domingo, 23 de novembro de 2008

Bem-vindo, tédio



Chega um visitante inesperado, há bastante tempo não dava o ar da graça, seria possível acalentar a ilusão de jamais com ele nos depararmos se não fôssemos tão dependentes do meio em que vivemos e de outrem. A indiferença oriunda de uma suposta fonte única de alegria, em seu limiar, é um sussurro, em instantes se torna um brado, culminando em um alarido, cuja função é chamar a mais repudiante das sensações, que embora julguemos estar a quilômetros de distância, nos acompanha mais do que nossa própria sombra, pois a ausência de luz, cuja função é inibir as sombras, lhe dá maior ânsia de surgir e nos atormentar, seu maior prazer.
Assim como cruzar por ruas inóspitas pode ser um tanto deprimente e assustador, uma vida desabitada é algo atemorizante, que ao menos haja visitas esporádicas, pois a maior verdade é que desabitada ela jamais será, porque quanto mais tentarmos assim deixá-la, mais vezes o tédio virá nos visitar, portanto que venham os amigos e as distrações e se vá o enfadonho, porquanto o tédio deve ser um visitante efêmero, jamais um eterno companheiro de quarto.

24 comentários:

Luccannus - Jesum Christum est semper! disse...

Excelente texto. Gosto do seu blog.
.
O tédio recebe um convite para nos visitar quando deixamos de fazer coisas novas e simples. Estamos muito envoltos nas preocupações diárias e passageiras, de modo que nunca temos tempo - ou fingimos não ter, pois para outras coisas menos importantes nós temos - para as pequenas e importantes coisas da vida, que afastam o tédio e suprem a Alma de esperança, Fé, alegria.
.
Observar o céu noturno ou o trabalho das formigas é um bom começo para relaxar, fazer algo diferente, prestar atenção no mundo em que vivemos, longe dos problemas incompreensíveis e loucos da vida na floresta de pedra.
.
Grande abraço. Fique com Deus, na Paz.
_____

blog atualizado: http://horateologica.blogspot.com/

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Concordo plenamente quando diz que o tédio não deve ser um companheiro de quarto. E como o Lucannus disse o tédio só vem quando deixamos de fazer coisas novas e simple. Temos que ter prazer em cada pequeno ato que realizamos, para ter esse companheiro distante de nossa conpnhia...

http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Paula Andrade disse...

Muito bonito, Michel.

Tédio pra mim é sinônimo de mal-estar. Quando estou entediada nem me sinto viva.

Uriel Gonçalves disse...

tédio, para mim horrivel, nao consigo viver com ele :/


eu e ele nao combinamos de forma alguma, to sempre tentando fazer coisas novas pra ele nao vir... e qndo ele resolve tocar na porta eu resolvo escrever no blog :D
ahusahushuasuha

acho que é isso, texto muito bom ^^

Diego disse...

Tedio faz parte da vida....mas sempre deve ser vencido =)






http://www.revistaup.com/blogdomarquinhos

Jaquielio disse...

Concrodo em Gênero,número e grau com este exceletne texto>abaixo ao tédio.Bora curtir a vida munha gente.....kkkkkkkkkkkk

Daniel A. S. disse...

Concordo, não devemos deixar que o tédio habite em nós, procuremos várias formas de saudaves distrações e busquemos os pequenos prazeres da vida, mas se ele vier que seja somente por um breve momento.

Um abraço!

http://daniel.a.s.zip.net

Daniel Nápoli disse...

Parabéns pelo seu blog!
Bons textos!
Abraços!

Tiago Cervo disse...

Tédio é legal.

bom texto.

http://ccdodia.blogspot.com

Entra e comenta lá, seja um cidadão

igorpps disse...

Tédio é um horror e realmente não devia ser companheiro de ninguém...
Blog legal e textos muito bons, continue assim!

Thiago Assis disse...

Nunca um companheiro de quarto!
Mas não é fácil fugir dele em algumas situações...

Thiago Assis,
www.thiagogaru.blogspot.com

Trujillo disse...

As vezes o tedio e algo necessario para que pensemos em situacoes, sentimentos, que de outra froma fugiriamos. Tudo tem um proposito, so falta acharmos
Abrcs
http://acordesdeumavida.blogspot.com/

Rodrigo Yoshizumi disse...

hahah! mto bom o texto...

se bem que... tudo que eu mais queria, hoje, era um dia de tédio! heauhea

ando cansado p/ caramba nessa correria de estágio-facul! >.<

abraçooo!

Julio disse...

bom blog

Andrea Vaz disse...

Nossa vida tem fases e é importante não deixar o tédio tomar conta. Gosto muito do seu blog!

Aguardo sua visita:
http://rascunhosdeandreavaz.blogspot.com/

greatdj disse...

O tédio é quase uma pessoa mesmo, ou mais a falta de uma pessoa.
Nunca ninguém quer ficar sozinho ou não ter nenhuma distração, então sempre arranjamos meios de passar o tempo, como a própria internet.

Airton disse...

legal..soube trabalhar bem as palavras em...é um texto que apesar de curto diz bastante coisa..tedio eh uma coisa que naum esta mto presente na minha vida haha

Lari disse...

Nem me fala, minhas férias começaram hoje, já to vendo que logo logo o tédio vem me visitar! Mas trabalharei para que seja por pouco tempo!

http://www.lari-landia.blogspot.com/

Beejo*

Tania Montandon disse...

ai que otimo, nada como um Bom-humor pra encarar esse atrevido tédio que nos invade à revelia

muito bom, parabéns!

beijos

Wagner Borella disse...

Quem nunca passou por isso atire a primeira pedra.É horrível!

Abraços!

Natii* disse...

O texto está muito bem escrito!

tb concordo que o tédio n deve ser companheiro de quarto cm o escritor do 2 coment flou, pois com certeza o tédio naum em um companheiro muito bom de se conviver!

http://thenaturezamorta.blogspot.com/

Ellen Regina - facetasdemim disse...

lendo seu texto me fica a impressão de q vc deve ser fã do Machado de Assis [principalmente Dom Casmurro e Quincas Borba]

fela_geo disse...

é tédio é ruim

Dário Souza disse...

O tédio,ócio,maresia , nao desejo pra ninguem