quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Crucificação descabida da cultura



Um enorme número de pessoas se julga detentora de um conceito de certo e errado acerca de diversos assuntos; os quais, contudo, sequer, encaixam-se a tais definições, como o matrimônio, onde em determinado país o divórcio é imoral, em outro a poligamia para homens é natural, assim como em outros é trivial nos depararmos com polígamas. Outro exemplo são os preceitos religiosos, os quais divergem muito de acordo com o local onde são empregados. Tudo se resume a questões culturais criadas pelo ser humano, nada disso é oriundo da natureza humana propriamente dita, assim como no ocidente se concorda balançando a cabeça pra cima e para baixo, e se discorda movendo-a para um lado após o outro, o oposto ocorre na Índia, por exemplo. Da mesma forma, dar gorjetas a garçons é vista como uma obrigação no velho continente; entretanto, tal atitude é considerada indecorosa no Japão. Livros são lidos de trás pra frente pelos nipônicos(de acordo com nosso costume). E tais exemplos não são nada além de mero hábito (alguns vistos como imorais; outros, como inócuos), os quais não merecem ser caracterizados como corretos ou errôneos e, muito menos, disseminar o ódio entre as pessoas.

22 comentários:

LuDe disse...

Uau! Parabéns!!

Gostei bastante do seu Blog.

Adorei seus posts, muito bem feitos e colocados.

Bju!

Rafael Max disse...

Ninguém é dono da verdade! cada um com sua cultura.

Meu blog: http://www.bardorafael.zip.net

Teo disse...

Cada um tem sua cultura né. Muito bem feito o texto, ótimas palavras

Abraços!

Euzer Lopes disse...

Sabe onde tudo isso começou?
Torre de Babel.
Então, o que é certo ou errado pra mim tem de sê-lo do outro lado do mundo?
Aí vem outra coisa que aprendemos que se chama TOLERÂNCIA.
Aprendemos?

Deni disse...

só falta o
formato do papa em comandos de ação aosjoiajsioa ou falcon
xD~

Anynha ^^) disse...

Ningeum sabe ao certo q é certo ou errado..
O certo e errado vem de si proprio..

By Anynha ^^)
http://garotas-amc.blogspot.com

semfronteirasnaweb disse...

Michel, concordo contigo, afinal, trajamos a veste ocidental e muitas vezes, consideramos indecorosa tal situação, que faz parte da cultura de determinada região ou país.

Por questões que tangem a história dominadora e cristã destes países - cruzadas, grandes navegações, imperialismo - o ocidente juga-se como a cultura correta, o que gera problemas diplomáticos graves e um mal-estar que se agrava, a medida que concordamos com esta postura.

Abraços e esteja convidado a conhecer o Sem Fronteiras.

Canto do Lufa disse...

O conceito de certo e errado é relativo e cultural

Evidente que existem coisas universais que são erradas como matar e roubar, enganar, mentir

ninguém prega isso como certo!

O restante é relativo e questão de interpretações!

Manúh =* disse...

posts mt bem feitos \o/
adorei *-* cada um com a sua cultura num tm kee tr discriminação ^^

bjO

K.Rafael disse...

Cultura é uma coisa que não se pode discutir. É como gosto que é como C*, cada um temo seu.

Belo blog, belo post.

caroneiro.blogspot.com disse...

Falou muito bem, cara. Cada cultura tem seus certos e errados, trazidos pela tradição e ensinamentos adquiridos para uma mais harmoniosa vida em sociedade. Não podemos, entretanto, tentar julga-las de acordo com a nossa!

De Bagé, cara? Até bem pouco tempo eu morava em Lavras, aí pertinho!

Abraço!

Móó legal disse...

barbie mulçumana!
AUHEauheuHAUHauehuaheuHAUEHauhe
móó legal!
mais é isso mesmo, cara. o barato é conviver com as diferenças e sempre respeitar, afinal de contas qm q é o dono da verdade? ninguém!

-
www.moolegal.wordpress.com
se bem q aqui as vezes eu acho q o dono sou eu!

Carol; disse...

Muito bom o seu texto, muito bem redigido (:
Acho que não estamos no século 21 à toa, se chegamos até aqui, o mínimo que se espera é um pouco de liberdade de expressão e de opinião.. afinal, pertencemos todos à raça humana, independente de etnias, religiões, crenças, etc ;)
agradeceria se pudesse visitar esses dois blogs:
http://menina-perturbada.blogspot.com/
http://pseudo-humoristas.blogspot.com/
obrigada (:

KaKa Fuinha disse...

adorei seu ponto de vista, mas infelizmente a verdadeira cultura humana se resume em disseminar o odio...

isso eh a unica coisa que une todas as culturas, odio e preconceito.

serão necessarios milenios para que esse problema seja resolvido

adorei o blog


http://blogdatolinha.blogspot.com/

Kacau disse...

Acredito que entender esse tipo de coisa seja saber enxergar diferentes pontos de vista e que a cultura é uma das principais caracteristicas de uma nação e que não podemos negligenciar as de outros países.
Muito bom o post!Parabéns

http://messnatural.blogspot.com/

Ananda disse...

E viva as diferenças!

Pena que nem todas são respeitadas.




http://opniaoinutil.blogspot.com/

Felipe disse...

Como disse o Rafael, cada um com sua cultura. Não adianta por exemplo, um evangelico querer "concertar" a índia, que é um país super religioso da sua forma. Ou então um católico tentar administrar o budismo. Ou então, melhor, o branco querer tornar um negro da sua cor... EMA EMA!

www.centralldamusica.blogspot.com

†YaGo-SaN† disse...

eu não tenho uma religião definda, não acredito que existe uma força superior em qualquer lugar que coida do mundo inteiro, respeito quem tem as suas crenças, mas acredito que a religião foi criada para dar esperança para as pessoas.
acredito também que não preciso de uma religião para ter fé em algo, para acreditar que vai dar certo, tudo que acontece na vida de cada um é formado pelas influências a volta de tal pessoa e pelos penssamentos e ação dela mesma.
abraços!

http://wallnosekai.blogspot.com/

Lari. disse...

As pessoas julgam o certo e o errado a partir de si próprios. Acho isso um puta de um egocentrismo!

-Passa lá no blog, tenho um selo pra você!
BEijo;*

Vinícius de R. Rodovalho disse...

Esse "enorme número de pessoas" é, na verdade, um grupo de egoístas. Eles têm a sua cultura, herdada de seus antepassados, mas não respeitam as outras culturas, de outros povos, herdados de outros antepassados.

A saber, o mundo é um mosaico e fingir uma homogeneidade é criar mais problemas.

Agora, independentemente das diferenças, deve haver um senso comum - a verdadeira ética - que regulamenta que sejamos respeitados e que respeitemos.

Carlos Junior disse...

cada um tem sua propria cultura

+ seu texto é bom

Ferrão PE... disse...

assino em baixo..e acho que muita gente tem que parar de digamos..meter o bedelho na cultura dos outros..

por: j c david